tecnologia dwdm

Tecnologia DWDM: tudo o que você precisa saber sobre

Uma certeza para o futuro é: a internet é prioritária e serviço essencial para a sociedade. A pandemia do novo coronavírus ressaltou isso tanto para o usuário comum quanto para as empresas. Os negócios de Internet Service Provider sentiram na pele esse aumento de demanda, seja de forma positiva, com o aumento no número de clientes, seja de forma adversa, gerando uma série de desafios de infraestrutura a serem superados.

Nesse sentido, uma das ferramentas atuais que podem auxiliá-lo é a tecnologia DWDM. Inovadora, ela permite potencializar o seu serviço de conexão de rede e trazer melhores resultados para o seu negócio. Já ouviu falar nela?

Se ainda não, continue lendo este artigo e saiba mais sobre esse tema tão importante. Boa leitura.

O que é a tecnologia DWDM?

DWDM é a sigla para Dense Wavelentgh Division Multiplexing (uma tradução possível seria “Multiplexação por Divisão de Comprimento de Onda Densa”). Ela diz respeito a uma tecnologia que atua realizando a densa multiplexação de diversos canais de acordo com seus respectivos comprimentos de onda.

Podemos comparar esse conceito com o mesmo processo que ocorre quando há a refração da luz em um prisma. Em uma analogia, cada cor apresentada representa um canal, e a luz branca representaria, assim, comprimentos de onda multiplexados.

Portando, a tecnologia DWDM faz com que seja possível levar informações para canais diferentes por meio da mesma fibra. Dessa forma, torna-se viável ter uma otimização dos meios de transmissão, com uma maior multiplicidade de canais e maior capacidade de transmissão.

Como funciona a tecnologia DWDM?

Para que fique claro como funciona a tecnologia DWDM, vamos apresentar qual é o cenário de transmissão por meio dela ponto a ponto, mostrando como um site consegue transmitir banda para outro.

Começamos com a presença do transponder (transmissor/receptor) em um determinado site A, que opera na capacidade desejada pelo cliente. Ele se conectará com um multiplexador do sistema, transmitindo o sinal óptico amplificado até a outra ponta.

Isso permite garantir uma maior integridade no sinal da recepção. Nesse ponto, ele será demultiplexado e encaminhado para o transponder (transmissor/receptor) do site B.

Quais as principais características da tecnologia DWDM?

Um primeiro ponto de uma tecnologia DWDM é sua potencialidade de combinar sinais ópticos. Isso permite sua amplificação como um grupo, fazendo com que seja possível converter vários sinais que serão transmitidos juntos.

Porém, essa não é a sua única característica. Ela também permite uma maior capacidade de transporte por meio da fibra ótica. Quando multiplexa vários comprimentos de onda, é possível garantir uma melhor banda disponível na fibra.

Com isso, torna-se possível ter uma maior velocidade de transmissão de dados (terabits por segundo) por longas distâncias (acima de mil quilômetros). Isso pode ser fundamental, por exemplo, para empresas de Internet Service Provider, a fim de gerar conexões de qualidade para seus clientes.

Quais são as vantagens para as empresas?

Quando falamos em ISP, é importante ressaltar que estamos tratando de negócios que despontaram no cenário nacional. Atualmente, os provedores locais, somados, já têm uma fatia de mercado maior do que a das principais empresas de telecomunicações nacionais.

Diante disso, para que possam continuar na liderança e, consequentemente, oferecer um melhor serviço para o cliente, é fundamental que o gestor compreenda quais são os principais desafios da era digital. O principal deles, atualmente, é conseguir proporcionar, simultaneamente, um aumento no uso da banda e uma diminuição da latência (o atraso causado por equipamentos de rede). Ao conseguir isso, é possível oferecer um tráfego mais fluido, sem retenções e indisponibilidades para o usuário.

As redes DWDM tem um papel fundamental nesse processo. Elas têm surgido com cada vez mais importância no cenário por proporcionarem uma melhor qualidade de conexão. Ou seja, mesmo com o aumento contínuo no número de usuários, é possível garantir um serviço de excelência para todos os contratantes.

Isso ficou muito evidente com o isolamento necessário devido à pandemia do novo coronavírus. Se o aumento constante de demanda de rede era uma realidade, registrando-se picos diários de consumo de internet, isso intensificou-se consideravelmente com esse novo cenário.

Assim, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) recomenda que, para manter conexões de qualidade no cenário nacional, é necessário aumentar a capacidade fornecida aos usuários por meio de upgrades na infraestrutura.

Nesse cenário, as redes DWDM permitem o aumento da capacidade em cima de cada trecho da fibra ótica, em vez de cabear um novo trecho. Essa segunda opção representaria um maior custo e reduziria a capacidade, tornando a DWDM mais vantajosa para a ISP.

Segundo pesquisa da Openvault, aliado com um maior uso da banda larga no cenário gerado pela Covid-19, em 2020, ocorreu um aumento de 47% no consumo de dados apenas no primeiro trimestre deste ano — dados bastante expressivos. Diante disso, uma rede de multiplexação densa permite ampliar a capacidade de rede a longas distâncias, bem como é possível garantir uma transmissão de forma simultânea com vários sinais e multiplicar a capacidade da fibra ótica.

Os provedores locais que souberem aproveitar esse cenário conseguirão suprir a necessidade de banda de grandes áreas nas regiões metropolitanas. Ainda podemos citar outras vantagens importantes, tais como:

  • autonomia;
  • construção de uma rede de alta capacidade;
  • aumento de receita para os provedores;
  • possibilidade de oferecer links dedicados para clientes em expansão.

Como investir nessa tecnologia?

É fundamental que as empresas provedoras de internet consigam implementar essa tecnologia de forma consistente e com qualidade. Para isso, é importante ter um negócio parceiro e especializado para essa implementação.

A Connectoway é uma das empresas com maior know-how no mercado para isso. Hoje comercializamos canais de 100 Gbps e 200 Gbps, mas já temos em nosso portfólio transponders de 400 Gbps e 600 Gbps, com sistemas que suportam até 80 canais. Diante disso, é possível transmitir 48 Tbps em um par de fibras — uma verdadeira revolução para as ISPs.

Contamos também com uma equipe de engenharia especializada, qualificada e certificada. Nossos profissionais realizam um estudo aprofundado sobre a rede da sua empresa e analisam qual o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Além disso, nossa parceria com a Huawei é feita justamente com o objetivo de oferecer o que há de melhor para o cliente, trazendo a tecnologia de ponta de uma das grandes autoridades de infraestrutura de redes.

Quer saber mais sobre a tecnologia DWDM e como implementá-la em seu negócio? Entre em contato e converse com um de nossos atendentes!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente ?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.